O que é Katchaka?

A Katchaka é um estilo de cumbia que surgiu no México há mais de 30 anos e nunca mais parou de se expandir, é um dos ritmos mais tocados nos países de língua espanhola. Dentre os vários ritmos musicais de origem latino-americana e caribenha, a katchaka se destaca por sua tremenda facilidade de aceitação e ritmo dançante. Foi assim que ela rompeu as barreiras do seu país, e se tornou, uma das músicas principais do continente latino-americano. Sua popularidade é alta no Paraguai, Bolívia, Argentina por conta de muitos paraguaios que viviam por lá na época e México onde tudo começou.

Origem

No início dos anos 70, várias bandas e solistas da cumbia do norte do México começaram a tocar Katchaka. O pioneiro da katchaka foi o grupo “Los Carlos” onde ele buscou representar em suas músicas a crise econômica, patriotismo, machismo, amores infelizes e momentos íntimos mais quentes, que foram vividos nos anos 70. Mas o gênero teve um começo bem complicado para ingressar no ramo musical, para tocar nas rádios e ter relevância maior. Por ser um ritmo bem dançante e por vim de origens humildes assim como a cumbia, sofria um certo preconceito da Elite e tinha grandes dificuldades para se destacar. Ainda mais que alguns grupos que foram formadas tinham origens humildes nas vilas mexicanas, como “Lalo e Los Descalzos”, que começaram a tomar gosto pela Katchaka e com isso fizeram algumas turnês pelo Paraguai, Bolívia, Argentina e o próprio México.

A partir dos anos 80, surgiram diversos grupos musicais e clubes de rua como o “Mbareté Bronco”, que se espalharam pelos movimentos e pelos remixes da katchaka.

Instrumentos

Os instrumentos usados na katchaka, são semelhantes aos que são usados no tango e claro, na cumbia. Como o saxofone e trompetes que é bastante usado nas músicas “katchaqueira”. A gaita um instrumento bastante popular. Guitarra e violão, que são essenciais em todos os ritmos musicais. Teclado ou piano no qual se executam melodias e notas, formando uma harmonia. E tambores, para dar uma batida nas músicas juntamente com Timbales, guiro, cabaças, gobel e os sintetizadores (bateria eletrônica).

Popularidade

Atualmente o katchaka continua fazendo sucesso nos lugares mais humildes do México e Paraguai. Nunca ganhou um destaque maior por conta de suas origens. Mas nem por isso deixou de fazer sucesso entre seu público. Tanto que ultrapassou fronteiras e chegou no Brasil.

Katchaka no Brasil

Os pioneiros do ritmo katchaka no Brasil foram os gaúchos da banda “Corpo e Alma”. A banda foi fundada em 1968 mas com outro nome, eram conhecidos como “Grupo Montreal”. Mas foi em 1971 que nasceu a banda Corpo e Alma, a precursora do katchaka no Brasil. Durante todos esses longos anos, a banda lançou cerca de 26 álbuns. Entre eles vinis, cassetes ,Cds e vendeu mais de 50 mil cópias que rendeu 2 discos de ouro e um DVD. Hoje você pode escutar os sucessos deles dentro das plataformas de streaming como Apple Music, Deezer e Spotify

A banda é responsável por alguns sucessos como “Vem Morena”, “Mentirosa”, “Meu Amor”, “Yo Te Amo” “Aquela dos Olhos Negros”, “Intimidade a Dois” em 2019 em parceria com a banda 18Kilates, uma banda bem famosa na Argentina fizeram a música “Uma Noite e Nada Mais”, e em 2020 lançaram Você Pisa e Eu Pinga, reforçando com elementos eletrônicos e sopros a canção.

E assim como o ritmo katchaka cruzou fronteiras e chegou no Brasil, o sucesso da banda Corpo e Alma seguiu o mesmo caminho. Suas músicas cruzaram as fronteiras e fazem muito sucesso na Argentina, Paraguai, entre outros países da América Do Sul.